quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Presidenciáveis podem registrar candidaturas no TSE até as 19h de hoje


Partidos e coligações políticas têm apenas até o início da noite desta quarta-feira (15), às 19h, para apresentar os seus pedidos de registros das candidatura para as eleições 2018. Porém, dos 13 candidatos presidenciáveis que tiveram os seus nomes aprovados em convenções partidárias, três ainda não fizeram as solicitações de registro. 

Dentre os presidenciáveis para as eleições 2018 que ainda não apresentaram os pedidos estão o candidato João Vicente Goulart (PPL), o candidato José Maria Eymael (DC) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A candidata Marina Silva (Rede) e o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) fizeram seus registros hoje cedo.

Até o início da manhã desta quarta, oito  presidenciáveis  já haviam feito os seus registros no TSE. Em ordem alfabética, são eles: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo) e Vera Lúcia (PSTU).

Durante as convenções nacionais, foram confirmadas, no total, 14 candidaturas à Presidência da República. No entanto, a então candidata a encabeçar a chapa do PCdoB, a deputada Manuela D'Ávila, retirou sua candidatura como cabeça de chapa e decidiu, por meio de um acordo, compor a chapa do PT – saindo como candidata a vice, seja com Lula ou com o plano B dos petistas.

Segundo o partido, apesar de preso em Curitiba, o ex-presidente Lula será levado ao TSE como candidato da legenda. O ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad tem se apresentado como porta-voz do petista e deve assumir o seu posto caso a candidatura do ex-presidente seja barrada no TSE. 

Começa, já nesta quinta-feira (16), a propaganda eleitoral em comício, carreata, distribuição de material impresso e propaganda na internet, desde que não paga, como sites próprios. De acordo com a legislação, o uso de auto-falantes e equipamentos de som só poderá ocorrer das 8h às 20h.

Em compensação, o horário eleitoral gratuito, no rádio e na TV, junto às propagandas em meio à programação televisiva e radiofônica, nas eleições 2018 , só começa no dia 31 de agosto, após a elaboração de plano de mídia por parte dos partidos, da Justiça Eleitoral e das emissoras.
Agencia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário